Rolando News

Discografia


Festa do Rock Paulistano - 15 de fevereiro

cartaz_de_show

 

 

FESTA DO ROCK PAULISTANO

Músicos das bandas Patrulha do Espaço, Baranga, Tomada, Golpe de Estado e Pedra, fizeram o rock soar no palco da Festa do Rock Paulistano, que ainda teve pocket shows de 20 minutos, com emergentes bandas do cenário autoral paulistano como: Soul Barbecue, Massahara e Insones e ainda o rock clássico da Super Bee.

A memorável noitada rolou no Manifesto Bar, a mais tradicional casa de rock de São Paulo, não por menos conhecida como O Templo do Rock.

A data, dia 15, foi uma segunda feira de carnaval, o povo diz que no Brasil o ano começa depois do carnaval, então nada melhor do que começar o ano com o pé direito bem cravado no rock e a Festa do Rock Paulistano foi exatamente isso.

A Festa começou com os rocks clássicos detonados pela Super Bee, competentemente tocados pela banda.

Soul Barbecue foi a segunda banda da festa, mais uma vez essa galera mandou um rock bem particular com sua safra de canções muito diferentes do que ouvimos por aí no circuito de rock, composições, arranjos, performance e interpretação extremamente maluca e com fortes influências dos 60 e 70, principalmente no progressivo.

O trio Insones trouxe a galera presente, de volta ao rock pesado e quadrado, com uma seleção de canções pinçadas do repertório de seu recente DVD ao vivo.

Em seguida, foi a vez do Massahara, esse quarteto que junta o melhor dos dois mundos, o progressivo e o hard rock. Esse ex trio, agora com um tecladista carioca muito legal, contou ainda com o baterista do Pedra segurando as baquetas e o som furioso e virtuoso da banda.

Encerrando a noite, apresentou-se a banda da Festa do Rock Paulistano, comigo na bateria, Danilo Zanite na guitarra e Marta Benévolo nos vocais, da Patrulha do Espaço; Paulo Thomas e Xande, batera, guita e vocal da Baranga; Nelson Brito, baixista do Golpe de Estado; Pepe Bueno, Ricardo Alpendre e Marcião, baixo, voz e guita do Tomada; Allan do Massahara; Carlinhos e Robi Pontes, guita e batera da Stoned e as surpresas de Rodrigo Hid, guita e voz do Pedra. Junto com a banda da Festa do Rock, tocamos canções da Patrulha, Aeroblus, Tomada e Centúrias. Abrilhantado a noitada, tivemos também o Ivan Scartezini do Pedra na batera do Massahara.

Um público muito legal na segunda de carnaval paulista lotou o Manifesto que com sua soberba equipe de técnicos, funcionários e diretores fizeram tudo para que fosse mais uma noitada excelente, o povo da revista Dynamite e músicos de várias bandas como: Kingbird, Cosmo Drah e outros, foram prestigiar seus colegas da cena rockeira paulistana, com certeza foi uma verdadeira Festa do Rock.

Esperamos mais pra frente repetir a dose em Sampa e talvez estender a idéia para outras cidades com a galera das cenas locais.

Agradeço a todos que trabalharam para que a noite fosse um sucesso, Cyntia Baker que fez a produção, Samuca e Caio que foram os roadies e agilizaram com eficiência as trocas de banda e, principalmente, à meus amigos músicos, sem eles a festa não teria rolado.