Rolando News

Discografia


Ivo Rodrigues, cala-se o berro do Rock Paranaense

 

É com imenso pesar que a Patrulha do Espaço junta-se aos amigos da banda Blindagem, familiares e milhares de fãs, nessa hora de dor e despedida do grande e carismático cantor e compositor Ivo Rodrigues, que nos deixou no dia 8 de abril de 2010.

Ivo foi sem dúvida o maior rockeiro que Curitiba e o Estado do Paraná tiveram. Sua presença e voz inigualável, dificilmente, encontrará substituto nesse mundo onde todos os “artistas” só buscam a fama e o sucesso.

As ruas e bares de Curitiba, hoje e no futuro, estarão vazios de um dos personagens mais queridos da noite, vida e crônica Curitibana.

Os falantes não mais terão o privilégio de reproduzir seu vozeirão afinado de trovão.

Os palcos do Paraná, o rock brasileiro e a música perdem a genialidade e criatividade de um cara autêntico, sem frescuras, um amigo honesto, engraçado, que brilhava e irradiava alegria onde estivesse.

Sei que é uma hora tristíssima, mas não posso me furtar de falar, que se o Brasil não fosse esse país de merda, onde mandam meia dúzia e a desigualdade social aplica-se também na arte e na cultura, tenho certeza de que, se a obra do Ivo fosse conhecida por todos os brasileiros de norte a sul, todos sucumbiriam a beleza de seus rocks e baladas alucinantes. Sempre é muito triste ver um talento da estatura de um Ivo Rodrigues ser ofuscado por uns idiotas sem repertorio artístico, musical e muito menos humano. Não, o Ivo não morreu na miséria e muito menos esquecido graças a seu enorme talento, ele tem milhares de fãs em Curitiba e por todo o Paraná, sempre esteve na ativa e no lugar que merecia dentro de cena local, admirado e respeitado por mais de uma geração de músicos paranaenses.

Tenho dezenas de histórias que vivi com Ivo, todas legais e agradáveis, nunca tive ou vivi um momento ruim com ele.

Não as conto aqui porque seriam horas de escrita e leitura.

Fica o testemunho de nossa admiração e carinho pelo Ivo nas canções “O Berro” e “Vampiros”, que tivemos a honra de gravar com a Patrulha do Espaço.

Com a licença de meu amigo, cantor e compositor João Lopes, faço minhas suas palavras: o Ivo Rodrigues, não era gato de Ipanema, era bicho do Paraná.

Vá em paz, querido amigo, tuas canções continuarão por aqui nos acalentando.